CFTV Instalado em NuvemO assunto que se tornou comum no mundo da CFTV é sobre a necessidade em ter gravação em nuvem em seu sistema.

Caso você ainda não saiba o que é nuvem, leia esse artigo antes de continuar.

A gravação em nuvem é a utilização da memória e das capacidades de armazenamento de computadores e serviços compartilhados e interligados através da internet seguindo o surgimento da computação em grade.

Pouco se nota, mas a gravação em nuvem têm estado cada vez mais presente em nossas vidas.

Um serviço criado para auxiliar as pessoas que dão inicia a uma contratação de vigilância eletrônica e que possuem câmeras instaladas em suas casas ou empresas é o CFTV instalado em nuvem.

Esse sistema parece levar vantagens para aquelas pessoas que querem acompanhar o monitoramento a distância já que a nuvem irá agir como um HD portátil.

Possibilitando o monitoramento de onde quer que se encontre o proprietário.

Esse monitoramento a distância irá depender muito da necessidade do usuário de ter ou não o monitoramento remoto que inclua o uso da nuvem.

Mas antes disso vamos falar um pouco sobre as vantagens e desvantagens existentes no uso desse sistema e as consequências relativas ao uso dessa tecnologia.

cftv em nuvem

Créditos da imagem: Audio Visual.Net.Br

O Funcionamento da Gravação em Nuvem

Como foi dito no início desse artigo, esse sistema parece levar vantagens para aquelas pessoas que querem acompanhar o monitoramento a distância.

Já que a nuvem irá agir como um HD portátil, possibilitando o monitoramento de onde quer que se encontre o proprietário.

Sendo assim, os vídeos criados pela câmera CFTV, Encoder, DVR ou NVR são lançados para um servidor na internet onde são armazenados.

Isso possibilita o acesso às imagens gravadas, podendo assisti-las quantas vezes quiser, para prevenir um possível problema, como o roubo da própria câmera de gravação.

O sistema de nuvem é responsável por receber a segunda imagem emitida pela sua câmera, já que a primeira imagem é mantida no armazenamento local.

É sempre bom ter a gravação registrada em mais de um lugar (DVR, NVR ou câmera IP).

O monitoramento em nuvem pode ser de muita importância para sua empresa, já que ela protege as imagens recebidas pelas câmeras além do seu acesso remoto de qualquer região !

E mais…

As imagens ficam armazenadas na nuvem. Então, se ocorrer algum furto ou queima do kit de segurança, todas as informações continuarão protegidas com segurança.


Contratação de Serviço de Gravação a Nuvem

Encontramos no mercado uma grande variedade de serviços.

Algumas companhias oferecem seus equipamentos como câmeras IPs e DVRs que possibilitam a gravação de nuvem sem custo extra por um período de tempo.

Caso o cliente queira ter um bom período de gravação, será necessário pagar uma taxa extra (um comportamento completamente normal quando exigimos a excelência).

Esse valor tem a ver também com a capacidade de armazenamento na Nuvem (estilo o Google Drive).

Mas não é apenas o Google Drive que fornece esse tipo de serviço.

Você pode procurar por empresas, como:

  • Serviços da ADrive;
  • Amazon Cloud Drive;
  • Box;
  • DropBox;
  • Google Drive;
  • iCloud;
  • OneDrive;

Basta entrar em contato com qualquer uma delas para realizar o agendamento e tirar todas as suas dúvidas sobre o produto.

armazenamento em nuvem cftv

Câmeras IP e CFTV Instalado em Nuvem

Poucas pessoas sabem disso, mas é possível conectar um cartão de memória em uma câmera para realizar gravações e até mesmo fazer cópias das imagens para envia-las para um servidor de gravação na Nuvem.

É claro que o espaço de um simples cartão de memória não se compara ao espaço de um disco rígido (HD) e isso acabará diminuindo muito o tempo de gravação.

Se utilizarmos um cartão de memória o tempo de gravação não passará de 7 dias.

Um pouco diferente do cartão de memória, o servidor de gravação na nuvem, fornece também um tempo limitado de funcionamento.

Mas isso irá depender exclusivamente do contrato exigido pelo cliente, tal contrato oferecem de 7, 15, 30 dias ou mais (isso dependerá da necessidade do cliente).

Se você pretende utilizar o cartão de memória para realizar as gravações, tome cuidado!!

Certifique-se se o cartão de memória tenha velocidade de gravação compatível, além de ser de uma boa marca, caso contrário, a gravação não será realizada com perfeição.

DVR com Gravação na Nuvem

Quando utilizamos o aparelho de gravação analógico (DVR) a gravação local pode ser visualizada pelo próprio aparelho e ao mesmo tempo, o DVR disponibiliza uma cópia do vídeo para o servidor onde se localiza a gravação em nuvem.

O DVR muitas vezes armazena mais tempo na gravação local, porque ele possui um disco rígido interno (HD) que permite a ele uma maior capacidade de gravação comparada ao uso de memória.

Enquanto a gravação de vídeo local é feita com alta qualidade de vídeo, a qualidade das imagens gravadas em Nuvem será um pouco inferior.

Isso acontece devido ao tráfego de internet, então, é preciso certificar se o uso da banda esteja de acordo com o tamanho do link de internet contratado.

A Necessidade de Banda para Gravação na Nuvem

A quantidade de banda necessária para realizar o serviço dependerá muito do projeto de CFTV que você deseja, da qualidade e da quantidade de câmeras em funcionamento.

O uso da banda desde 256kbps por câmera para realizar a gravação na nuvem é bom, já que não importa se a câmera é de um modelo IP conectado ao roteador ou se é um aparelho de DVR com câmera conectadas.

Em qualquer circunstância é possível fazer a configuração dos aparelhos para regular o uso de banda.

Imaginando que você tenha um aparelho DVR com 4 câmeras. Considerando que 256kbps para cada câmera você terá o total de 1024 kbps, ou seja, 1Mbps.

Com a gravação local (no DVR) em alta qualidade e a gravação na nuvem com baixa qualidade, não será possível transmitir imagens com uma alta resolução e alta taxa de frame rate com 256kbps.

Você precisará de uma taxa de kbps muito maior.

É Possível Enviar vídeos em Alta Resolução para Gravação na Nuvem?

Enviar vídeo em alta resolução através da nuvem é completamente possível, mas é claro que isso dependerá dos recursos e equipamentos a disposição.

Como dito anteriormente, realizar um serviço com excelência sempre é possível, porém, o custo acaba sendo maior.

O serviço de gravação na nuvem trabalha com espaço, então, quanto maior for a sua qualidade de imagem e o espaço de armazenamento, maior será o custo a ser pago.

Exemplo: DVR COM 16 CÂMERAS GRAVAÇÃO LOCAL E REMOTA

  • 01 DVR com entrada para câmeras de tecnologia HD-TVI
  • 16 câmeras HD-TVI com resolução 1080(2mp)
  • 01 link de internet com upload de 20 mbps
  • 01 contrato para uma empresa para gravação na nuvem

Para enviar as imagens para a gravação na nuvem, teremos a disposição 1,25 Mbps para cada câmera (link de internet 20mbps /16 câmeras).

Presumindo que iremos gravar as 16 câmeras em alta qualidade no aparelho de DVR com a resolução base de 1080 e com uma taxa de Frame rate de 15FPS, com o espaçamento comum que utiliza o CODEC H.264 smart e transmitir pela internet com resolução e frame rate reduzido.

As câmeras, uma vez conectadas diretamente ao DVR, necessitarão de uma boa capacidade de disco rígido para que seja feito o armazenamento dos vídeos locais.

Caso você tenha dúvida sobre a capacidade de armazenamento do DVR, veja essa matéria aqui.

Com isso, a gravação local não será um problema, pois não irá afetar o uso da banda.

Para transmitir uma boa qualidade de vídeo será necessário em média cerca de 2,5 mbps por câmera, caso contrário, a qualidade de imagem será comprometida.

O exemplo nos oferece cerca de 1,25 mbps por câmera, então, não poderemos enviar vídeos com a mesma qualidade na qual estamos gravando (1080 / 30fps).

Com essa base, a qualidade do vídeo transmitido para gravação na nuvem será reduzida, nesse caso teremos uma resolução de 720p com uma taxa aproximadamente de 10fps.

Valor de um Projeto para Gravação na Nuvem

Para saber o valor do seu projeto de CFTV com gravação na nuvem, você precisa ter uma ideia de tudo:

  • Valor do material (DVR, câmeras e acessórios);
  • Instalação por parte de um técnico;
  • Link de banda necessário
  • Serviço de armazenamento em nuvem.

Então saber ao certo o valor a ser pago é muito difícil já que cada cliente tem sua preferência.

Comparando com o Exemplo citado na parte de cima do artigo, o valor a ser pago será de R$1.318,30 por mês para a gravação de 16 câmeras com a resolução de 720p e com a taxa de frame rate de 10fps.

Então esse preço pode várias muitas vezes dependendo do serviço que você escolherá para realizar o seu projeto e caso queira gravar em FULL HD1080p.

O preço que citamos nesse exemplo (R$1.318,30) foi baseado em uma tabela de um dos fornecedores do produto, então não se assuste com ele, pois ele pode variar para mais ou menos.


Conclusão: CFTV Instalado em Nuvem

A utilização do cftv instalado em nuvem pode ser de muita ajuda já que ela permite ao cliente um monitoramento a distância e um backup emergencial.

Apesar do seu valor um pouco alto, acredito que isso não irá incomodar você, até porque, quando falamos da nossa segurança, exigimos sempre o melhor.

Dependendo do valor de bens que você precisa guardar, esse investimento pode ser pouca coisa.

Continue lendo outras matérias do site.


5 (100%) 1 vote
Escrito por Rubens Fonseca
Um cara de família, honesto, trabalhador e que atua no ramo da segurança há alguns anos. Criei o blog para compartilhar conhecimento, algumas dicas e discutirmos sobre tendências da segurança eletrônica no nosso país.